Banners Internas - Blog

Blog

Relatório de AdWords: como analisar os números das minhas campanhas?

relatorio-de-adwords-como-analisar-os-numeros-das-minhas-campanhas.jpeg

Você decidiu investir na publicidade online do Google? Então, o primeiro passo já foi dado, afinal, desde quando foi lançado em 2000, o serviço tem mostrado a sua força no mercado. Mas saiba que, para obter os melhores resultados, é indispensável analisar campanhas do AdWords.

No post de hoje, aprenda a analisar os números das suas campanhas no AdWords.

Quais métricas precisam ser analisadas?

Ticket médio

O ticket médio é o valor médio gasto por um cliente em uma compra e pode ser calculado pela média entre a soma de vendas e a quantidade de consumidores que realizaram aquisições.

Custo de Aquisição de Cliente (CAC)

O Custo de Aquisição de Cliente (CAC) se refere ao investimento necessário em marketing para que uma compra seja finalizada. Para chegar até esse número, divida o valor investido pela quantidade de clientes oriundos das campanhas.

A ideia é que, com base no ticket médio, você defina um valor limite para o CAC. Dessa forma, é possível saber se a ação trouxe resultados positivos (abaixo do custo) ou negativos (acima do custo). Essa medição é mais fácil de ser feita quando o ciclo de venda é curto, como em um e-commerce.

E quais devem ser evitadas?

Para medir o desempenho de suas ações, evite adotar métricas de vaidade. Embora elas pareçam atraentes em um primeiro momento, não vão ajudá-lo a tomar decisões mais inteligentes para o seu negócio.

Por exemplo, a taxa de cliques é uma métrica importante desde que você tenha um objetivo por trás dela. Afinal, do que adianta muitos cliques e uma taxa de conversão bem baixa? Portanto, tais números não devem ser considerados KPIs (em inglês, Key Performance Indicators) do seu negócio. Ainda assim, não os ignore e esteja bem atento a eles.

Como otimizar as campanhas?

A partir do conhecimento dos valores do seu ticket médio e do seu CAC, você vai saber se a sua campanha é lucrativa ou não, certo? Assim, o próximo passo é conhecer quais áreas apresentam potencial para melhorias.

1. Índice de Qualidade (em inglês, Quality Score)

Google qualifica se um anúncio é relevante em uma escala de 1 a 10. Com base nesse número, ele define o preço por clique e o posicionamento da publicidade. Por isso, quanto mais próximo de 10 for esse valor, melhor. A seguir, veja alguns pontos a serem considerados:

  • click through rate (CTR): é o item de maior peso no índice, logo, vale a pena investir em testes para saber quais anúncios são mais pertinentes para o seu público;
  • palavra-chave: o ideal é que a palavra-chave pesquisada esteja presente no texto do seu anúncio e na página de destino;
  • página de destino: como a experiência do usuário na página de destino também é avaliada pelo Google, faça com que ela tenha uma boa velocidade de carregamento e crie conteúdo original.

2. Taxa de conversão em leads

Frequentemente, o jeito mais fácil de melhorar o seu CAC é por meio da otimização da página de destino. Assim, capriche na sua qualidade e, claro, tenha um produto atraente para que a conversão seja efetuada.

3. Taxa de conversão de leads em clientes

Com a necessidade de um menor número de leads para concluir uma venda, você aumenta sua taxa de conversão e diminui o seu CAC.

Para terminar, tenha em mente que, além de analisar campanhas do AdWords, é muito importante estar atento ao comportamento de navegação dos seus usuários via Google Analytics. Se precisar de ajuda, conte com a experiência de uma agência especializada.

Gostou deste post sobre como analisar campanhas do AdWords? Ficou com alguma dúvida? Faça o seu comentário!

Comentários

Envie seu comentário